Skip to main content

Marquês

Desde o primeiro dia que, aqui na Quinta, temos representantes da mais alta nobreza. Primeiro o Duque, um cisne negro australiano, esteve connosco durante 25 anos, desde o início, a 16 de abril de 1996.  

Em janeiro de 2021, voltámos a ter habitantes de “sangue azul”, um casal de cisnes negros australianos, o Marquês e a Marquesa, que chegaram à Quinta, vindos do lago do Jardim de Montes Claros, no Parque Florestal de Monsanto. Os Marqueses adaptaram-se rapidamente aos seus novos aposentos e depressa encantaram todos com a sua elegância. Infelizmente, alguns meses depois a Marquesa acabou por nos deixar, tendo permanecido o Marquês como representante desta elegante espécie de aves aquáticas, originária da Austrália. 

O cisne-negro apresenta como características únicas a plumagem preta, acompanhada de um bico vermelho brilhante e patas acinzentadas. Possui o pescoço mais comprido relativamente a outras espécies de cisne, em forma de “S”, e pode pesar entre 3,9 kg e 9 kg e alcançar 1,10 a 1,42 metros de comprimento. A sua envergadura de asa pode variar entre 1,60 e 2 metros. 

Ao contrário de muitas outras aves aquáticas, os cisnes negros não têm hábitos migratórios, passando a sua vida no local onde nasceram. O seu habitat preferido são zonas com muitos lagos, quer sejam de água doce ou salgada. São herbívoros, alimentando-se de plantas e de algas, sendo comum observar estas aves a mergulharem a cabeça, enquanto vasculham os fundos aquáticos. 

Formam pares monogâmicos, nidificando em zonas pantanosas ou de águas paradas, em grandes aterros que constroem, no meio de lagos pouco profundos. Tanto o macho, como a fêmea cuidam do ninho, defendendo-o de forma bastante vigorosa e agressiva de todas as potenciais ameaças. Os ovos, habitualmente entre 4 e 8, de cor branco-esverdeado, são incubados durante 35 a 40 dias. Quando as crias já estão aptas para nadar, com a sua plumagem definitiva, é comum ver famílias inteiras em busca de alimento nos lagos. As crias demoram cerca de 9 meses até aprenderem a voar.  

A esperança de vida é, em média, entre os 25 e os 50 anos, embora existam casos de longevidade bastante superior, podendo chegar aos 170 anos.